Notícias

ALTA NA CARNE BOVINA ATINGE CORTES DE FRANGO E PORCO

Os aumentos dos preços da carne bovina não estão mais sozinhos no varejo. O consumidor já paga mais caro também pelos cortes de porco e frango, cuja oferta tem sido influenciada, como a da carne vermelha, pelo aumento das exportações. Um novo levantamento de preços realizado pelo site de pesquisas “Mercado Mineiro” em Belo Horizonte verificou altas que atingem 10,77% dos cortes suínos em relação ao dia 5 de novembro. O quilo do pernil com osso, que custava R$ 13,19 em média, no começo do mês passado, já está sendo vendido a R$ 14,61, também na média. No quilo dos cortes de frango, os aumentos de preços no período de menos de um mês, de acordo com a pesquisa, chegaram a 19,85%, quando o cliente pede a asa resfriada. Se o cliente optar pelo frango resfriado, paga R$ 7,32, em média, um acréscimo de 10,57% em relação ao preço pesquisado no dia 5 de novembro. A pressão das carnes foi confirmada pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo, divulgado ontem pela Fundação Ipead, vinculada à UFMG. No mês passado, a inflação das carnes subiu 7,71% frente ao mês de outubro. Os cortes bovinos encareceram 11,23% e, com os preços altos, a procura por alimentos substitutos também aumenta. De acordo com o instituto, o preço do ovo de galinha sofreu reajuste de 5,16% no mês, enquanto a linguiça ficou 9,22% mais cara.

Vertentes FM 98.1

4 de dezembro de 2019

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *